Sobre o verdadeiro pecado!

Sobre o verdadeiro pecado!
"O primeiro pecado da humanidade foi a fé; a primeira virtude foi a dúvida." Carl Sagan

terça-feira, 7 de março de 2017

“Você acha que eu devo me separar?”

“Você acha que eu devo me separar?”

-Cláudia, cê acha que eu devo me separar?
(Perguntou-me, hoje, via telefone, um velho amigo).
-Você é feliz casado com a sua esposa?
-Não, não sou. Não fosse minha filha....
- Ah, tá! Mas, então você é feliz?
- Não, só amo minha filha.
-Ah, você é casado com a tua filha de 3 anos? Isso é crime...
(Fui interrompida).
- Não, claro que não!
(Se exaltou!).
- Humm...Então você é feliz casado?
- Já disse que não, guria! Tá se fazendo de sonsa ou de cega? C*%$#@&!
(Interrompi).
- Não, não estou. Se você não é feliz, “tá” me perguntando se deve se separar por quê? Eu não sou alter ego de ninguém, amigo! Ademais, se existir alguém neste papo se fazendo de sonso e/ou sendo sonso e/ou se fazendo de cego e/ou sendo cego, não é a minha nobre pessoa...
- Aff! Eu já trai a fulana com uma colega lá do...
(Interrompi novamente).
- Hum! Pensou muito na tua filha e no exemplo que você daria caso ela descobrisse a sua infidelidade?
- Não, “foi” sem pensar em nada.
- Ah, então o que você sente é medo de ser descoberto, mas “tá” em paz com a sua consciência por ser infiel?
- Não muito. Na verdade, nenhum pouco. A sicrana (esposa) vai sofrer muito se eu pedir pra me separar.
- Ah, que vai, vai. Mas, você tá feliz?
- Guria, já disse que não! Você já foi melhor conselheira, praga!
- É que eu sou “daquelas” que acha ser feliz fundamental, porque filhos precisam de exemplo de brio, honra e retidão de conduta dos pais, não apenas de presença constante de um pai infeliz que trai sem pensar e mantém casamento de “foto em rede social”. Isso sem contar que se você for pensar no sofrimento da sua esposa e parentes chegados você vai fazer só o que eles querem para o resto da sua vida... Que, de repente, termina antes do carnaval!
- O que é isso?
- Isso o que? Carnaval?
-  Não! “Casamento de foto em rede social”?!
- É o casamento que a maioria tem: bonito pra ver em foto, (até porque tira fotos bonitas!), e finge que é feliz nas redes sociais. Conheço incontáveis além do seu!
- Ah, sim! Tem outra né Claudinha, filhos crescem e amadurecem. A fulaninha (filha) um dia vai entender tudo, quando não tiver mais essa visão infantil de casamento da “mamãe e do papai”.
- Uau! Você foi sensato agora!
- Mas, então, Cláu: me separo ou não? O que você acha, de coração?
- Acho, de coração, que eu vou dormir! Ou melhor, tenho certeza.
Brasília/DF, 15 de fevereiro de 2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário